Batalha de bancos digitais: como os bancos C6 e Inter performam no Facebook e Instagram?

Sair de casa para resolver questões em um banco físico é algo que os bancos digitais não querem que você faça. A praticidade de fazer tudo pela tela do celular é um dos benefícios e comodidades que esses bancos oferecem aos seus clientes. Mas e quando se trata das redes sociais? Como os bancos digitais performam? 

Para isso, nós selecionamos os bancos digitais C6 Bank e Banco Inter e analisamos suas performances com do Facebook e Instagram com o Buzzmonitor Analytics Pro. Analisamos o período entre 05/05 e 13/05.

Vamos lá conferir?

Presença dos bancos no Facebook e Instagram 

Ao analisarmos a métrica Fãs/Seguidores, no Facebook o C6 Bank ganhou 775 fãs (crescimento de 1,17%) e com isso ficou com 66.012 fãs na página. Já no Instagram, o banco fechou o período com 345.284 seguidores, sendo 4.907 deles novos (aumento de 1,42% na sua base). 

No mesmo período, o Banco Inter perdeu 150 fãs (cerca de 0,01%) no Facebook, fechando a análise com 1.201.721 fãs.

No Instagram, o Inter fechou o período com 613.581 seguidores. Desses, 4.134 foram novos seguidores (cerca de 0,67%). 

BANCOS DIGITAIS  
  66.012 fãs  345.284 seguidores
 1.201.721 fãs   613.581 seguidores

Nessa métrica, o banco Inter lidera o número de fãs no Facebook e seguidores no Instagram.

 

Qual é a performance dos dois bancos nas redes sociais?

Facebook: 

BANCOS DIGITAIS

Número de publicações

 Interações 

Crescimento do Engajamento

Reações

10 posts 

3.385 46,23% 1.465 (likes, amei, haha, uau, sad e grr)

8 posts 

2.293

-47,48%

1.384 (likes, amei, haha, uau, sad e grr)

No Facebook, as duas marcas mantiveram uma frequência praticamente diária de publicações. Em 9 dias, o banco C6 publicou 10 posts e o banco Inter publicou 8 publicações. 

Quando falamos em engajamento, o banco C6 teve um aumento de 46,23% comparado ao período anterior da análise. Já o Inter, sofreu uma queda de 47,48% no seu engajamento. 

Outra métrica que podemos analisar é a das reações do Facebook. O Analytics Pro fornece uma tabelinha com a quantidade de reações de cada marca: 

                                          C6 BANK                                                                        BANCO INTER

O C6 teve no total 1.465 reações e o Inter totalizou 1.384 reações no período dos 9 dias analisados. 

Em relação às reações AMEI, foram 187 para o C6 e 107 para o Inter. Já as reações opostas, GRR, foram 70 para o C6 e 14 para o Inter. 

Ou seja, mesmo o C6 Bank tendo maior quantidade de reações Angry, a proporção de AMEI superou o Inter.

Instagram: 

BANCOS DIGITAIS 

 Número de publicações   Interações 

 Crescimento do Engajamento 

5 posts 

5.987 -32,09%
4 posts  5.103

-74,86%

No Instagram a frequência de posts foi menor que no Facebook. Por lá, os bancos publicaram uma quantidade parecida: 5 posts do C6 e 4 posts do Inter

Diferente do Facebook, nessa rede social os dois bancos tiveram uma queda no  engajamento. Os números mostram que o C6 teve uma redução de 32,09% no seu engajamento e o Inter, de 74,86%

 

Quais conteúdos do C6 Bank e Inter tiveram melhores resultados?

Depois de analisarmos o número de publicações, engajamento e interações, vamos descobrir quais conteúdos contribuíram para esses resultados.

É aí que entra a métrica Top Posts:

Facebook: 

               

A publicação do C6 Bank que recebeu mais interações foi uma comemoração de 6 milhões de “C6 Lovers”. O post foi em forma de vídeo/gif e mostra a mudança da estética do cartão Carbon entre 2019 e 2021. 

Já o TOP 1 do banco Inter foi um post mais descontraído. A marca optou pela postagem de um meme, em que nele estão escritas diversas formas de pagamento, demonstrando que o banco é eclético e com ele os usuários podem fazer pagamentos da forma que preferirem. 

Publicações como essas aproximam mais ainda o público. O novo design do cartão mostrado pela C6 repercute como um “presente” de comemoração da marca. E o meme usado pelo Banco Inter se aproxima da atual linguagem que usamos nas redes sociais. 

Instagram:

         

No Instagram as publicações que mais tiveram interações, foram bem diferentes uma da outra. 

O C6 publicou sobre seu plano chamado Programa Átomos em que o usuário paga apenas 1 centavo por mês. Para abordar o tema, o banco usou um texto da imagem bem simples e propositalmente pequeno, justificando na legenda que o preço é tão baixo que mal aparece. Assim, o post foi o melhor do período.

O top 1 do Banco Inter trouxe uma experiência do cliente que vai além dos serviços bancários, conectando o físico e o digital O Inter Café é um espaço físico, para colaboradores e correntistas, na sede do banco e no post a marca anunciou que o café de lá também está disponível na Inter Store.

Esses exemplos podem inspirar os seus conteúdos. O C6 apresentou benefícios aos usuários, causando um interesse direto no consumo de seu produto. Já o post do Banco Inter foge um pouco dos temas relacionados a finanças e mostra o café, um produto muito amado pelos brasileiros. 

 

Qual é o sentimento dos usuários em relação aos bancos?

Os comentários feitos pelos usuários no Facebook e Instagram dos dois bancos foram em sua maioria Negativos

 

                        C6 BANK                                                    BANCO INTER

 

C6 BANK: 

  • 60.9% dos comentários Negativos; 
  • 29.9% dos comentários Neutros;
  • 9.1% dos comentários Positivos. 

BANCO INTER:

  • 59% dos comentários Negativos; 
  • 32.3% dos comentários Neutros;
  • 8.7% dos comentários Positivos.

 

Qual banco é mais citado nas redes sociais?

Para saber qual banco teve mais buzz nas redes sociais (de 05/05 a 13/05), pesquisamos os termos “C6 Bank” e “Banco Inter” no Buzzmonitor Trends

 

O gráfico de pizza, anunciado nas atualizações do Buzzmonitor de Abril, mostra de forma comparativa a quantidade de menções ao termo nas redes sociais. 

No período da nossa batalha, foram 56.01% de menções ao Inter e 43.99% de menções ao C6

Dessas menções, os homens foram os que mais publicaram sobre os dois bancos:

 

Conclusão 

Analisar a performance dos dois bancos digitais traz ensinamentos para os conteúdos das marcas. É sempre importante se manter presente e próximo de seus usuários, revezando entre os conteúdos mais sérios e os mais descontraídos que chamem a atenção dos seguidores. 

Pelas próprias publicações das marcas vemos que o Facebook é uma rede social mais voltada aos memes, comemorações e é onde os usuários mais comentam nas publicações. 

Já o Instagram foi mais usado para conteúdos sobre os serviços dos bancos e inspiracionais.

 

Módulos do Buzzmonitor utilizados nesse estudo:

Buzzmonitor Analytics Pro – Instagram e Facebook (plano pago);

Buzzmonitor Monitoramento (plano pago);

Buzzmonitor Trends  (gratuito).

 

Até a próxima! =) 

 

Batalha de bancos digitais: como os bancos C6 e Inter performam no Facebook e Instagram?
Rolar para o topo