O que podemos aprender com a conversa dos bots?

Notícias

815 visualizações

O que podemos aprender com a conversa dos bots?

A Chatbots Magazine fez uma análise das principais mensagens que usuários enviaram para chatbots ao longo de 2017. Ao todo foram analisadas mais de 20 bilhões (!) de mensagens trocadas com os chatbots no ano passado.

O “Hi” (Oi/olá) ainda é a principal mensagem, como já era de se esperar. “Thanks” (Obrigado) e “Stop” (Pare/parar) também aparecem entre os 10 termos mais mencionados nas conversas.

Ambos os termos são importantes para entender o sucesso ou fracasso de seu bot. Um índice muito alto de “Thanks” indica que o usuário ficou satisfeito com a conversa e provavelmente resolveu seu problema. Porém, muitas menções ao termo “Stop” é um sinal de que mudanças precisam ser feitas na interface do chatbot e a frequência de envio de mensagens precisa ser revisada.

É fundamental destacar que o botão “Stop” é indispensável na construção do bot, para evitar que o internauta bloqueie o bot se quiser parar de receber mensagens. Com o botão “Stop”, as mensagens não chegam mais, mas o bot não é bloqueado.

Veja quais foram os principais termos mundiais ao longo de 2017:

(Créditos: Chatbots Magazine)

 

Outra descoberta da Chatbots Magazine foi que os bots estão se internacionalizando:

(Créditos: Chatbots Magazine)

 

Os dez idiomas mais comuns enviados para os chatbots do Facebook em dezembro foram inglês, francês, espanhol, português, alemão, árabe, italiano, russo, chinês e polonês.

Analisar a localização de seus usuários é importante para adaptar o chatbot ao idioma do internauta e assim fornecer uma melhor experiência a ele.

Outro insight aferido pela Chatbots Magazine foi que as pessoas também costumam se comunicar com imagens. Por isso, foram analisados os “stickers” (adesivos) mais usados pelos internautas nas conversas. Esses adesivos sempre devem ser analisados, pois eles representam sentimentos e mostram às marcas como os usuários estão se sentindo durante as conversas com os chatbots.

Veja os principais adesivos usados mundialmente ao longo de 2017:

(Créditos: Chatbots Magazine)

 

A Chatbots Magazine também analisou os adesivos mais comuns com base nos idiomas dos usuários durante o mês de dezembro. Aqui o polegar para cima também aparece em destaque:

(Créditos: Chatbots Magazine)

 

Toda a análise foi feita por meio do Dashbot, plataforma de análise de conversação.

Fonte: Chabots Magazine

 

Como o Buzzmonitor pode te ajudar?

Com o Buzzmonitor também é possível criar um relatório de Top Termos do seu bot! Veja como:

Antes de mais nada, é importante sincronizar o Facebook da página de sua marca ao Buzzmonitor. Assim você consegue ter acesso ao Social CRM e pode ver os relatórios sobre o inbox da sua página.

1. Clique em Ver todos os filtros, vá até a aba Variáveis e faça a seguinte configuração:

  • Agrupar por: Termo
  • Dimensão: Número de Publicações
  • Dividir: Sem divisão

 

2. Em Filtros, deixe ativado apenas o serviço Facebook e selecione o período que você deseja monitorar. Em seguida, vá até a aba Fontes, role até a parte de Páginas do Facebook, selecione a página de sua marca e em seguida o ícone de Mensagens Privadas.

 

3. Pronto! Os principais termos das conversas com o chatbot no período aparecerão no gráfico para você!

 

 

Comece a usar o Buzzmonitor hoje mesmo!

USE GRÁTIS O BUZZMONITOR

Comentários

Deixe um comentário